publicidade

Batalhas numéricas

Estes jogos de baralho geram partidas animadas, em que turmas de pré-escola aprendem sobre a posição dos números

Bartira Betini

QUEM GANHOU? Em números de vários algarismos, o primeiro determina qual é o maior. Foto: Kriz Knack
Foto: Kriz Knack
QUEM GANHOU? Em números de vários
algarismos, o primeiro determina qual
é o maior

Mais sobre Matemática

Tudo sobre

PLANO DE AULA

Muito antes de frequentar a escola, a garotada tem contato com o sistema numérico: em agendas de telefones, porta das casas, preços de produtos e painel de elevadores. Essa familiaridade permite elaborar hipóteses sobre eles e criar teorias próprias para entendê-los. Porém, nem sempre elas estão corretas. Por exemplo: qual é o maior, 99 ou 101? Algumas crianças de 4 a 6 anos podem comparar apenas os primeiros algarismos e deduzir que 99 é maior, pois tem algarismos de valor absoluto superior aos algarismos de 101. Para que elas entendam o valor posicional, proponha dois jogos que suscitam a reflexão e o aprendizado. Os jogos Batalha Simples e Batalha de Composição (leia regras na sequência didática) vão ajudá-las a descobrir a resposta com facilidade.

Não use o baralho tradicional, pois ele traz as figuras correspondentes ao número e não é interessante que os pequenos contem esses elementos para chegar à resposta. Confeccione as cartas numeradas de 0 a 9 com cartolina e encape-as com plástico adesivo transparente.

Durante a disputa, os grupos comparam os números e discutem qual é o maior para saber quem ganhou. Para Emelisa Sebastiana de Castro Monteiro, orientadora pedagógica da EMEI Luiz Sundfeld, em São José dos Campos, a 94 quilômetros de São Paulo, o importante é o debate que todos fazem antes de chegar a um consenso. Na maioria das vezes, eles alcançam sozinhos a solução.

Para não interromper a partida, anote os problemas que você detectar para comentar depois. Ajuda no aprendizado ter na sala uma tabela com números de 0 a 100 ou um calendário. Ambos podem ser utilizados como referência na busca pela ordenação.

Na EMEI Luiz Sundfeld, a Batalha Simples é apresentada às turmas de 4 e 5 anos e a de Composição, às de 6. Aumentamos as possibilidades de agrupamento numérico ao perceber que o jogo fica fácil para os participantes, conta a professora Maria de Fátima Silva Piacesi.

É importante conhecer as estratégias que os pequenos geralmente já utilizam para comparar números de mais de um algarismo. A mais simples: quanto maior a quantidade de algarismos, maior é o número. Quando ele tem igual quantidade de algarismos, alguns já deduzem que o maior é aquele que tem o primeiro algarismo maior (ou seja, se baseiam na posição que eles ocupam).

Contraditoriamente, às vezes, as crianças afirmam que é maior o número que tem algarismos mais altos, independentemente da posição. Exemplo: ao comparar 89 e 122, afirmam que 89 é maior porque tem números maiores. Elas se apóiam no conhecimento oral da série numérica, afirmando que é maior o que vem depois. Durante o jogo, você vai perceber que todos esses conhecimentos virão à tona e poderão ajudar a turma avançar fazendo intervenções e questionando as respostas dadas por elas.

Quer saber mais?

CONTATOS
EMEI Luiz Sundfeld
, R. Felício Jabur Nasser, 1035, 12247-530, São José dos Campos, SP, tel. (12) 3905-2263
Priscila Monteiro

BIBLIOGRAFIA
Didática da Matemática
, Cecilia Parra e Irma Saiz (orgs.), 258 págs., Ed. Artmed, tel. 0800-703-3444 (edição esgotada)

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA
e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários

 

Publicado em Agosto 2006,

 

Associação Nova Escola © 2016 – Todos os direitos reservados.