publicidade

Bilboquê

Nossa peteca veio dos índios
Este jogo existe há mais de 2 mil anos. No Brasil, tem origem indígena e, talvez por isso, recebeu um nome tupi: pe’teka. Em suas andanças pelo país, a educadora e pesquisadora de brinquedos e brincadeiras Renata Meirelles, de São Paulo, encontrou um modelo feito de palha de milho, na aldeia xavante Abelhinha, a 212 quilômetros de Cuiabá (MS). "Lá, eles a chamam de tob dae", conta Renata. Para quem não tem acesso à palha de milho, a pesquisadora sugere uma opção: "Na Amazônia, substitui por palmeira do açaí com ótimo resultado".

Material necessário

- Pedaço de barbante colorido medindo 60 centímetros  
- Tesoura
- Palha de milho seca no pé

Como fazer a peteca

Preparação da palha 
Para facilitar o manuseio, molhe a palha na água e, com papel-toalha ou outro material absorvente, tire o excesso de umidade. Separe as tiras estreitas das largas

1. Faça uma trouxinha enrolando uma haste estreita

2. embrulhe a primeira trouxinha com uma tira mais larga e em outra direção

3. Use palhas mais largas conforme o pacotinho for ficando maior, sempre invertendo os sentidos na hora de enrolar

4. O tamanho ideal é um quadrado de 4,5 centímetros de lado

5. Escolha duas hastes compridas e envolva a trouxinha como se fosse um ovo de páscoa

6. Com a ponta do barbante, amarre as palhas deixando as pontas soltas. A peteca começa a ter forma

7. Desça o barbante que sobrou da amarração em direção a um dos cantos e segure-o bem firme. Escolha mais quatro palhas longas para o próximo passo

8. Dobre a ponta de uma palha e encaixe-a no cordão, virada para dentro. Estique o barbante até a próxima ponta do quadrado

Leve a ponta da palha em direção à amarração de cima. Será preciso fazer isso nos outros três lados

9. Após completar os quatro lados do fundo da peteca, suba a linha e faça uma amarração final de todas as hastes

 

Regras do jogo

Em grupo
- O objetivo é que a peteca permaneça no ar o maior tempo possível.
- A partida começa quando ela é lançada de uma pessoa para outra, com a palma da mão. O jogo é interrompido quando um dos jogadores deixa o brinquedo cair e, por isso, é eliminado.
- Vence a partida quem derrotar todos os adversários.
- É possível também jogar como se fosse um jogo de voleibol, em que a peteca substitui a bola.

Individual
- A meta é manter a peteca no ar o maior tempo.
- O participante pode impulsioná-la com as mãos, com os joelhos ou com os pés.
- Cada toque significa um ponto. Esse sistema de contagem permite a disputa entre entre várias pessoas, cada uma jogando sozinha.

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA
e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários

 

Publicado em Outubro 2007.

 

Associação Nova Escola © 2016 – Todos os direitos reservados.