publicidade

Brincadeiras do Nordeste: pulando corda sob o sol cearense

Elisângela Fernandes

Especial Brincadeiras Regionais

O Nordeste não é diferente das outras regiões brasileiras: seja no interior ou na capital, as crianças adoram brincar. "Aprendi a pular corda com minha irmã mais velha. Teve uma vez que consegui pular 87 vezes sem errar", gaba-se Artur Marques Matias de Barros Leal Melo, 10 anos, de Fortaleza.

Mas hoje também é possível encontrar pequenos que nunca pularam corda ou jogaram pião. Para eles, é preciso incentivo dos adultos para que as brincadeiras populares não se percam. "Se não ensinarmos, elas vão crescer sem ter vivido essa experiência", comenta Maria Vênus de Andrade Cunha, coordenadora do Sesc Ler, em São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Fortaleza.

Francisco Pereira Soares, 9 anos, não tinha pião em casa e aprendeu a brincadeira nas aulas do Sesc Ler. Hoje, com olhar admirado, observa os colegas mais experientes que conseguem pegar o brinquedo na mão e fazê-lo girar no cordão.

A seguir, você confere as técnicas dos companheiros de classe de Artur e Francisco e também as versões das crianças cearenses para as brincadeiras sete pecados e boca de forno.

Veja as quatro brincadeiras do Ceará

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA
e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários

 

Publicado em Setembro de 2012. Título original: Pulando corda sob o sol cearense

 

Associação Nova Escola © 2016 – Todos os direitos reservados.