publicidade

Brincadeiras do Centro-Oeste: jogos de correr, esconder e cantar no Mato Grosso

Bruna Nicolielo

Especial Brincadeiras Regionais

A viagem pelas brincadeiras do Brasil continua no Mato Grosso. Na capital, os jogos estão perdendo espaço nas ruas e precisam ser incentivados por educadores. "Com o aumento dos prédios e do trânsito a escola passou a ser um local privilegiado de convivência. Por isso, é preciso assegurar o direito da criança brincar", explica a professora de Educação Física do Sesi Escola, Divandreia Vallim. Lá, brinca-se muito e de jogos variados, como rio vermelho e balança-caixão.

Já na Chapada dos Guimarães, a 69 quilômetros de Cuiabá, todos os dias, às 17h30, o ônibus escolar percorre o bairro Sol Nascente trazendo a garotada da escola. Todos deixam as mochilas em casa e correm para rua. Com exceção de um ou outro adulto inteirado, poucos participam desse universo. "Quem constrói e faz as regras valerem é a criança", diz Micheli Sierra, da Cia Alegris Brinquedos e Brincadeiras. Enquanto o sol forte da Chapada dá lugar a um céu repleto de estrelas, os pequenos da vizinhança se divertem brincando de chocolate inglês, que intercala movimentos com as mãos e com os pés. Da mesma região, você também conhece, a seguir, galinha, pintinho e raposa, um jogo divertido no qual vence quem consegue correr para os braços da mamãe galinha.

Agradecimento Sesi Escola, EM Professor Abinel Freitas Pereira, Everson Santos Silva e moradores do bairro Sol Nascente.

As quatro brincadeiras de Mato Grosso

Gostou desta reportagem? Assine NOVA ESCOLA
e receba muito mais em sua casa todos os meses!

Comentários

 

Publicado em Setembro de 2012. Título original: Jogos de correr, esconder e cantar no Mato Grosso

 

Associação Nova Escola © 2016 – Todos os direitos reservados.